AcessoBio - Novidades (Versão 4.3.0.26)

Seguir

Nossos parceiros já devem saber, mas não custa reforçar: a AcessoBio é uma ferramenta em constante melhoria! Nosso time trabalha para otimizar cada vez mais o os processos dos nossos clientes e para melhorar a experiência dos usuários.

Nas últimas semanas, liberamos diversas melhorias no produto com a versão 4.3.0.26! Confere aí! 

Para quem utiliza o Fluxo de Mensagem (via SMS):

Novas informações na tela de Acompanhamento de Mensagens - Novos campos foram adicionados na janela de detalhes da tela de Acompanhamento de Mensagens. Agora informações como Telefone, E-mail e Pedido do processo também estão disponíveis! 

mceclip1.png

Scroll da tela de proposta - Agora no carregamento da página, o botão de “aceite” se encontra desabilitado e só fica habilitado após o usuário fazer a rolagem da proposta até o final. 

mceclip0.png

API de monitoramento de SMS - Adicionamos um endpoint onde é possível monitorar os envios de sms de um processo, tanto na v2 quanto na v3, para isso basta fazer uma requisição GET no endpoint “messages/sent” informando o id do processo. O retorno será o ID do mesmo e uma lista de objetos contendo o status, a data de envio e a data de entrega.

Para mais detalhes técnicos consulte a nossa documentação.

 

Para quem utiliza a Autenticação 1:1

Foto comparada na tela de Acompanhamento - Na autenticação 1:1, a foto enviada é comparada com uma foto da base do cliente. Agora essa foto também é mostrada na janela de detalhes da tela de acompanhamento de autenticações 1:1.

11.png 

Novo campo de resultado na autenticação 1:1 - Assim como acontece na v3, agora na v2 também temos um campo (Authenticated) onde a partir de um determinado score (configurável) ele é preenchido como true ou false.

Para mais detalhes técnicos consulte a nossa documentação. 

Além disso foram feitas outras melhorias de rotina e desempenho, a fim de otimizar e garantir mais segurança ao produto!

😉

Esse artigo foi útil?
Usuários que acharam isso útil: 0 de 0

Comentários

0 comentário

Artigo fechado para comentários.